Notícias

Blog Cantinho da Ana
21 janeiro 2016

Sozinha com seu violão no palco, Ana Carolina diz que está menos tímida

|
0 Comment
|

Nos anos 90, quando cantava em bares em Juiz de Fora (MG), Ana Carolina tinha um desafio diário: competir com o tilintar de copos e talheres, o barulho de gente pedindo pizzas, a presença de garçons carregando bandejas. “Acho até que a intensidade que muitas vezes atribuem à minha forma de cantar vem dessa época”, diz a cantora de músicas realmente intensas como ‘Garganta’ e ‘Quem De Nós Dois’.

o

O clima dos bares retorna com a nova turnê, ‘Solo’, em que Ana, ao violão, relê seu repertório ao lado de canções de Djavan, Chico Buarque, Seu Jorge e do novato Zé Manuel, entre outros. Rodando o Brasil desde novembro, o show chega ao Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca, hoje e amanhã. E a possibilidade é de um convite ao público para uma viagem a seu começo de carreira — mas sem esquecer dos hits conquistados no rádio e nas trilhas de novela.

“A proposta é a mesma da época, mas não é a mesma Ana que está ali no palco. Estou pronta para interpretar canções de outros compositores que admiro e ficar cara a cara com o público apenas com meu violão, sem a obrigação de ter que cantar os meus sucessos. É como umaviagem na ‘máquina do tempo’ à época em que composições, letras, tons e arranjos me conduziram a descobrir quem eu era. A vantagem é poder acessar esse passado com a experiência de quem já percorreu um bom caminho”, conta, lembrando de seus 13 anos de idade, quando o violão virou, como ela própria diz, seu “sabre de luz”. “Eu me sentia meio ‘patinho feio’, um tanto desconectada da turma do colégio. O violão me deu uma sensação de pertencimento ao mundo que até então eu não havia vivenciado. ‘Solo’ é minha homenagem a esse instrumento tão popular, tão magistral”.

O “cara a cara” com o público vai além da música. Ana, assumidamente tímida, diz estar falando como nunca no palco. “Desando a falar coisas que sinto ali na hora. Não há texto, não há script. Costumo brincar que ‘Solo’ é como um show que eu faria numa festinha familiar: toco, canto e no meio converso para não me tirarem do meio da sala”, graceja, mantendo até hoje o respeito e admiração por músicos dos bares e das ruas. “Sei o quanto vale uma noite sem dormir, um aplauso, um olhar”.


De canções suas, o repertório de ‘Solo’ — sempre sujeito a mudanças — tem incluído ‘Eu Que Não Sei Quase Nada do Mar’, ‘Combustível’, ‘Pole Dance’ e um medley com ‘Confesso’, ‘Trancado’, ‘Nua’ e ‘Pra Rua Me Levar’. Entre as releituras, escolhidas quase sempre por afinidades com as letras (“foram o grande elo entre nós”, diz) dividem espaço ‘Coração Selvagem’, de Belchior (elencada por ela como uma das mais queridas do público), ‘Essa Pequena’ e ‘Cecília’, ambas de Chico Buarque, ‘Miragem de Carnaval’, de Caetano Veloso (feita pelo baiano para a trilha do filme ‘Tieta do Agreste’) e ‘Um Amor Puro, de Djavan.

Há também um samba de Paulo César Pinheiro (‘Nomes de Favela’), uma do pernambucano Zé Manoel (‘Canção e Silêncio’) e duas novas de um parceiro antigo, Edu Krieger (‘Coluna Social’ e ‘Xeque Mate’). Quem quebra a solidão no palco é o DJ baiano Mikael Mutti, que usa controles de videogame para reproduzir instrumentos musicais e leva suas invenções para o palco, em algumas canções. “Ele recriou ‘Coração Selvagem’ e surge em músicas que precisam de algo além do violão”.

A turnê de ‘Solo’, diz Ana, terá duração curta. E a hora é de reunir material para um novo disco — ‘#AC’, o último de inéditas, completa três anos em junho. “Estou gravando, compondo e pode apostar que vem coisa nova por aí”, adianta, mas sem dar detalhes. “Só falo de um novo capítulo após ter a certeza de que acabei de ler e entender o anterior”.

|
Quer Saber // Ana Carolina - Projeto Dorflex Music
  1. Quer Saber // Ana Carolina - Projeto Dorflex Music
  2. Outras Paisagens // Ana Carolina - Projeto Dorflex Music
  3. Hoje // Ana Carolina - Cover Multishow 2015
  4. Descomplicar // Rádio Cantinho
  5. Coração Selvagem – #AC 2015 // Ana Carolina - #AC - Duplo
  6. Coisas feat Ana Carolina // Sal da Vince feat Ana Carolina - Se amore e'